PRATOS, VINHO E AULAS DE CULINÁRIA

Gastronomy and relaxation in one of the most spectacular rooftop terraces in Florence

A Toscânia é famosa pela sua excelente comida com raízes profundas em sua história e por produzir vinhos mundialmente famosos.

A Toscânia pode ser a região da Itália onde a sua cozinha está mais intricadamente ligada a sua cultura e tradição. Você não pode dizer que teve uma experiência toscana preenchida se não experimentar pelos menos algumas de suas especialidades.

Pratos tradicionais

é um dos mais famosos pratos da cozinha toscana, bem, médio ou mal passado. Elaborado com carne de Chianina com um osso em forma de T no meio (daí o nome em inglês de T-bone steak). A história do bife florentino é pelo menos tão antiga quanto o nome da cidade. Seu nome está ligado às festividades de São Lourenço e à família Medici. Para as festividades de S. Lourenço em 10 de agosto, Florença era iluminada for grandes fogueiras, onde grandes quantidades de bife eram assadas e dadas ao povo. No tempo dos Medici, Florença era a maior cruzamento de vias, onde os viajantes vindos de todo o mundo se podiam encontrar. Se conta que, na festa de S. Lourenço, estiveram presentes sete cavaleiros ingleses e que foi dada a eles carne das fogueiras. Chamaram-lhe "beef steak" devido ao tipo de carne que estavam a comer, que dizem ser a origem da atual palavra italiana bistecca.

Tábuas com salami, coccoli e crostini: nenhuma mesa florentina pode viver sem os famosos crostini de fígado de frango, uma mistura de fígado de frango, manteiga, alcaparras, anchovas, cebolas e caldo. Os embutidos locais tradicionais incluem finocchiona (uma salsicha parecida com o salami mas condimentada com sementes de funcho), o salami toscano e prosciutto. Todos acompanhados por um delicioso coccoli (rodelas de massa de pão frito).

Cantuccini: biscoitos de amêndoas secos, segundo a tradição toscana para acompanhar com um licor chamado "vin santo".

Panzanella: pão seco mergulhado em água e vinagre, condimentado com cebolas, pepinos e outros vegetais, todos crus. É um prato popular no verão entre as famílias de camponeses, onde colocam o seu pão seco e ervas finas para bom proveito

Pappa al pomodoro: o prato estrela da "humilde" cozinha toscana, vindo da tradição do campo. É também um prato baseado em pão seco toscano (sem sal), com tomate, dentes de alho, manjericão, azeite extra virgem toscano, sal e pimenta.

Ribollita: um "humilde" prato tradicional de origens campestres, o seu nome — literalmente "aquecido de novo" — se deve ao fato de as mulheres cozinharem grandes quantidades deste prato e depois voltarem a aquecê-lo numa panela nos dias seguintes. Os principais ingredientes deste prato de inverno são: couve toscana e feijões.

Ruas onde comer em Florença

A cozinha toscana baseia-se na simplicidade e oferece uma ampla seleção de opções para quem "anda na estrada". “Il Pollini” (via de'Macci esquina com a Borgo la Croce) é definitivamente um dos locais onde se vendem sanduíches de tripas mais famoso em Florença, com anos de experiência lampredotto e uma ajuda extra de bom humor. Outro local famoso em tripas fica em San Lorenzo e é o “Lupen & Margo” (via dell' Ariento - loja n.º 75) que também serve tripas e lampredotto. No Mercato del Porcellino, tem o “Orazio” (piazza Del Mercato Nuovo esquina com a via Capaccio) que serve e prosciutto e outros embutidos, além de tripas e lampredotto. Junto ao Duomo, "Fiaschetteria Nuvoli" (piazza dell'Olio, 15/R) serve sanduíches e crostini com uma clássica bebida antes do jantar para redescobrir os sabores de Florença. Na via dei Neri, 74/R, não perca "All’Antico Vinaio", uma loja de sanduíches tradiconal que também vende comida tradicional com um pão excelente e vinho ao copo. Também digno de nota é “La Prosciutteria” (via dei Neri, 54/R) que partilha o mesmo estilo e a mesma rua. Junto à Ponte Vecchio, em via dei Georgofili, 3R/7R, fica a "Ino", uma loja de sanduíches neomoderna que oferece comida de alta qualidade. E se lhe apetecer peixe, tem uma loja no rés-do-chão de Mercato Centrale, chamada “L’ultima spiaggia” (dentro do Mecato di S. Lorenzo stand # 3) com uma variedade de peixe frito. No topo, como loja gourmet, tem a “Alimentari Mariano” (via del Parione, 19), com uma grande variedade de vinhos para acompanhar com sanduíches florentinas de alta qualidade.

Vinhos toscanos

Entre Florence e Siena encontramos as famosas colinas de Chianti com seus vinhedos de uva predominantemente Sangiovese e Merlot. Esta é o reino do Chianti Classico. Um vinho agradável e não muito pesado, feito a partir de uvas Sangiovese (pelo menos 80%). Entre os muitos excelentes rótulos, salientamos Principe Corsini de San Casciano in Val di Pesa, produzindo um "leve" Chianti Classico e o mais encorpado Riserva Don Tommaso, sendo ambos uma perfeita companhia para o bife florentino.

Outro rótulo em Chianti, Panzano para ser exato, é Livon, um vinicultor com origens em Friuli que "emigrou" para a Toscânia por causa do seu amor por esta terra. Ele fabrica o fabuloso Chianti Classico chamado Borgo Salcetino. A paixão pelo vinho pode ser provada em cada golo .

Além do Chianti Classico, os Super Toscanostambém são aqui feitos. Como não estão vinculados a regras específicas de combinação, fazem sobretudo vinhos mais encorpados, muitas vezes envelhecidos em cascos e depois envelhecidos em garrafa durante meses ou anos antes de serem lançados no mercado.

O primeiro e mais bem conhecido Super Toscano é o Tignanello (Sangiovese, Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc) de Marchesi Antinori. É o primeiro Sangiovese envelhecido em barris com variedades que não são tradicionais das colinas de Chianti. Outro Super Tosacano da família Antinori, também cresceu como Chianti Classico, é o Solaia, um vinho que é tanto elegante como austero, expressando as qualidades de suas terras de origem.

Outro grande rótulo é Siepi, um Super Toscano de área do Chianti Classico, do vinicultor Marchesi Mazzei.

San Gimignano é o berço das vinhas do famoso Vernaccia, um vinho, o branco mais importante desta zona, produzido desde os inícios do século XIII. Pratos elaborados com açafrão (também feitos nesta parte da Toscânia) acompanham perfeitamente este vinho.

Passando de Siena para o sul da Toscânia, chegamos à cidade medieval de Montalcino e o seu nobre Brunello, um vinho robusto, quente e bem orquestrado feito com 100% de uvas Sangiovese, especialmente uvas Sangiovese Grosso, Acompanha excelentemente as especialidades locais, tais como o salami de javali selvagem. Só para mencionar muitas das adegas que produzem o Brunello: Biondi Santi, Le Chiuse e Castello di Banfi.

Os vinhos toscanos produzidos em Livorno são mundialmente famosos, especialmente o Bolgheri. Alguns dos mais conhecidos são: Sassicaia della Tenuta San Guido, baseados no Cabernet Sauvignon e no Cabernet Franc, os vinhos de Ornellaia e Masseto, Guado al Tasso, Le Macchiole, Grattamacco e Michele Satta.

Em Florença, a Enoteca Alessi, uma loja de vinhos, (via delle Oche 27/29/31 R) reserva um lugar especial para os vinhos toscanos, comercializando cerca de 20 rótulos de vinicultores do Chianti Classico e cerca de 30 de Brunello di Montalcino.

Cafés Históricos

Gilli (localizado na Piazza della Repubblica), ou Rivoire (Piazza della Signoria) tornaram-se instituições florentinas de pleno direito. Não pode deixar de tomar um café ou um espesso chocolate quente num destes famosos cafés.

Giacosa (via della Spada, 10/R): criações requintadas de Roberto Cavalli.

Rinascente Bar (piazza della Repubblica, 1): apesar de não ser histórico, este café fica no último andar da loja de departamentos de La Rinascente. Vale bem a pena a visita para desfrutar da vista cênica a partir do terraço e é o local perfeito para um almoço rápido, um snack ou uma parada para uma pausa .

Bar degli Uffizi (piazzale degli Uffizi, 6): dentro do museu Uffizi, este café oferece uma bonita vista da Piazza della Signoria.

Giacosa (via della Spada, 10/R): reopening soon.

Sorvetes e Florença

Os sorvetes desempenham um papel-chave na história de Florença. No século XVI, um homem chamado Ruggeri, um vendedor de aves florentino, que gostava de cozinhar como hobby, participou numa competição apoiada pelos Medici entre os melhores chefs da Toscânia para "o prato mais original nunca visto". Seu "sorvete" acabou por ganhar junto de todos os juízes e sua receita ganhou imediatamente fama.

Também no século XVI, foi pedido a Bernardo Buontalenti, um famoso arquiteto, escultor e pintor de Florença, que também gostava de cozinhar, que preparasse um luxuoso banquete. Seu delicioso zabaglione creme e frutas foi um enorme sucesso e foi o começo da "crema fiorentina" e do “gelato buontalenti” que ainda hoje pode ser desfrutado nas melhores sorveterias de Florença.

Venchi (via dei Calzaiuoli, 65/R): um sorvete confeccionado com ingredientes selecionados, tais como avelãs (exclusivamente vindas de I.G.P. Piedmont ) e o famoso chocolate "Venchi" que eles próprios produzem.

Vivoli (via dell’Isola delle Stinche, 7/R): a sorveteria mais antiga de Florença, produzindo combinações sofisticadas bem como opções sem glúten.

Dei Neri (via dei Neri, 9/11): uma grande variedade de sabores, incluindo alguns originais e sorvetes que servem de base para uma pastelaria criativa.

La Carraia (piazza Nazario Sauro, 25/R): um segredo, uma receita exclusiva, tudo natural, faz de seus sorvetes uns dos mais famosos em Florença.

Grom (via del Campanile, 2): só fruta fresca, do dono da quinta, não utiliza corantes, aromatizantes, conservantes ou emulsionantes para um sorvete como "nos dias de antigamente".

Lojas especializadas em comida local

-Eataly (via dei Martelli, 22): uma cadeia internacional de mercados dedicados à comida italiana tradicional. Mesmo junto ao Duomo, Eataly é o local perfeito para adquirir produtos gourmet italianos. Além disso, pode também fazer uma pausa e desfrutar dos diversos sabores servidos em seus restaurantes. Slow Food faz parte do "menu", em seus restaurantes que servem peixe, pasta e carne, aberto à hora de almoço e jantar, juntamente com uma excelente seleção de vinhos e cervejas.

- San Lorenzo Market (piazza del Mercato Centrale dell'Ariento/via dell'Ariento): comida rápida e cozinha de qualidade. Uma parada perfeita para experimentar a comida local em qualquer altura, desde o café da manhã até ao jantar. Um local de encontro descontraído, aberto das 10:00 à 00:01. Para além dos hambúrgueres Chianina, há uma variedade de embutidoss e seleção de carnes que seguem a tradição local, ou experimente o peixe fresco e pizas, escolhendo a partir de uma ampla seleção de vinhos.

- Procacci (via de’ Tornabuoni, 64/R): fundado em 1885, Procacci rapidamente se tornou famoso entre os florentinos, especialmente devido a suas especialidades culinárias com trufas e seus famosos sanduíches. É considerado um dos locais de encontro gourmet preferidos dos florentinos. Mesmo no coração da Florença, em sua famosa Via Tornabuoni, a decoração do seu interior mantém uma decoração de inícios do século XX.

- Falorni (via Matteo Palmieri, 35): a família Falorni tem deliciado os toscanos com suas especialidades e seus pratos tradicionais por mais de nove gerações. Num espaço que não só vende embutidos, presuntos e uma variedade de salsichas, como também pratos preparados no local. Macelleria Falorni está aberta todos os dias, sem fechar, e fica mesmo no centro histórico.

AULAS DE COZINHA

Uma viagem a Florença é a oportunidade de experimentar os pratos locais clássicos, que faz dela um dos destinos gourmet de topo no mundo… por isso que tal ter uma aula de cozinha para que quando regressar a casa possa cozinhar algumas das experiências e sabores da Toscânia? Existe uma grande variedade de escolas que organizam aulas de cozinha, desde aulas simples e baratas até às estrelas Michelin.

MamaFlorence (viale Francesco Petrarca, 12) organiza aulas de culinária para todos os gostos e preferências, desde pratos vegetarianos a piza, pasta com carne e inclui estilos de cozinhar criativos e clássicos. As aulas são dadas por alguns chefs com estrela Michelin, como Valeria Piccini e Luciano Zazzeri. MamaFlorence também organiza provas de vinho e de cerveja artesanal, aulas para crianças e aulas de comida sem glúten.

La Cucina Lorenzo de’ Medici (dentro do Mercato Centrale – piazza del Mercato Centrale no primeiro andar) fica no prestigiante e inovador Mercato Centrale, o que lhe permite estar próximo com ingredientes frescos e agricultores. Chefs profissionais dão aulas numa cozinha high-tech, equipada com utensílios inovadores, tablets para cada aluno escrever diretamente as instruções dos professores, gravado por uma câmara. Um profundo conhecimento sobre os ingredientes e o profissionalismo dos chefs fornecem uma experiência de aprendizagem completa. Cobrindo tudo desde a preparação até à apresentação do prato, os alunos desfrutam da comida cozinhada à volta da mesa do chef numa atmosfera descontraída, para discutirem os resultados juntos.

Desinare at Riccardo Berthel (via dei serragli 234/R) uma localização exclusiva e profissionalismo de topo são as chaves-mestras desta escola de culinária. Aulas de pastelaria e sobremesas são organizadas por chefs pasteleiros para devotos e novatos, mais aulas sobre a imagem da mesa, para melhorar seu modo de cozinhar e estilo, incluindo aulas de "Fotografia de Comida" e "Design de Mesas". As aulas de manhã são dirigidas aos visitantes que querem ter uma experiência plena, começando por encontrar e escolher os ingredientes nas lojas e mercados das redondezas e depois metem "mãos à obra" e começam a preparar as receitas e acabam a desfrutar do que cozinharam.

Caf Tours organiza aulas de culinária numa atmosfera acolhedora e simpática, supervisionadas por chefs que ensinam aspirantes a cozinheiros a fazer pasta à mão (recheada ou não) ou a confecionar uma refeição completa (entrada, primeiro prato, prato principal e sobremesa), tudo servido com o vinho adequado.

Melhor Preço GARANTIDO
11 Dez Entrada
12 Dez Saída
Convidados
promoçãocódigo
Minhas Reservas
Reserve Já
T.+39 055 27230 F. +39 055 268281

Faça sua reserva em nosso website e garantimos a você:

  • Minibar grátis
  • O preço mais baixo
  • A melhor política de cancelamento

Encontrou seu quarto num website diferente a um preço mais baixo?
Contate-nos através do +3905527230 ou por email em booking@grandhotelminerva.com.
Igualamos o preço, termos e condições e incluímos a utilização gratuita do minibar.

Reserve já